Eu? Nem pensar!

Não, eu não sou supersticiosa. Não acredito em bruxas, bruxedos, mau olhados, patas de coelho, pozinhos de perlimpimpim, pragas, ferraduras, amuletos em geral e má sorte por encomenda.

Não acredito no destino contado por cartas, não tenho a vida escrita nas mãos e se sei que sou Aquário já não faço a mínima ideia do meu ascendente, dos signos que são compatíveis, de como estavam os astros no dia em que nasci ou em que altura do ano nasceu um Sagitário ou uma Balança.
Sou racional, sou lógica, gosto de acreditar que tenho um pensar cientifico e não embarco em crendices e mitos populares.
Pois é, gosto de pensar, e quando começo a pensar nem sempre me agradam as conclusões mas já há muito que percebi que eu não sou bem eu, que entre o que eu vejo, o que quero ver, e o que eu sou há uma ligeira distorção dos raios de luz que leva a que a imagem pensada e a projectada nem sempre coincidam.

Hoje de manhã partiu-se um espelho cá em casa e o arrepio que senti não foi causado pelos vidros espalhados no chão. Não, não sou supersticiosa, só me lembrei que o último espelho que tinha partido estava grávida e os sete anos a seguir foram maus, muito maus. Coincidências, sim, eu sei, que não acredito nessas coisas.
E é por não acreditar nessas coisas que nem sei porque nesta altura do ano gasto tempo a contar folhas de trevos enquanto passeio lá fora, na esperança de chegar ao quatro da sorte que o último que encontrei já está demasiado seco. Também não sei porque me recuso a sentar numa mesa com 13 pessoas, porque detesto ouvir um cão a uivar ou porque não gosto de gatos pretos. Superstições? Nem pensar! Eu? Eu não sou supersticiosa, eu sou uma pessoa inteligente e racional. Muito racional.

31 comentários:

sem-se-ver disse...

tem juízo.

tereza disse...

Isso é que há-de ser difícil. Pôr o espelho no lixo e seguir em frente não foi nada.
Mas sabes, é estranho como temos em nós muita coisa que não faz parte de nós...

(e tu está caladinha que acreditas nos signos do zodíaco...)

calamity jane disse...

Gosto de gatos pretos e do nº 13. Agora passar por debaixo de uma escada é q nem pensar! Não vá cair-me em cima!... Partir espelhos tb não gosto. Bateste na madeira?

CybeRider disse...

A sensação de posse deixa-nos temer possíveis perdas.

Quando o Mundo nos atraiçoa as contas verificamos que o que temos afinal não é nosso.

Só somos supersticiosos quando pensamos que alguma coisa nos pertence.

tereza disse...

ups... esqueci-me de bater na madeira e agora já mudei de canal. Achas que o mau olhado é como o Meo?

calamity jane disse...

Olha, eu pelo sim pelo não, batia a dobrar...

CybeRider disse...

Eu, pelo sim pelo não, partia-os todos. Os 7 anos começam a contar hoje, não são cumulativos, por isso o melhor é jogar pelo seguro.

tereza disse...

Cyber, acho que esse é um bom conselho. Depois posso comprar mais ou tenho de sair à rua com um sapato de cada cor?

tereza disse...

Também conta se for a madeira a bater em nós?
Tenho um galo na testa desde que levei com um pau que estava a partir para a lareira. Achas que serve?

calamity jane disse...

Pelo q me lembro da pós-graduação em estudos supersticiosos, só se for em nós... dos dedos. À carolada nos galhos não serve.

A dica do Cyber é boa. É como levar as garrafas ao vidrão. Dá cá uma satisfação!..

gaija do norte disse...

começo a ficar preocupada contigo, chefa. tens a certeza que a culpa não é desse galo na cabeça? essa vida no campo...

(confirma se o buda está virado para a parede e se o elefante está com a tromba não sei para onde!!!)

CybeRider disse...

Lol! Tereza, essa do sapato de cada cor, no jet7, é um azar bem maior que partir um espelho! Imagine só os anos de edições cor de rosa!

AnaT disse...

Elefante de tromba para cima ;o)

[Eu cá gosto do 13, especialmente sexta-feira, diz a minha mãezinha que por ter nascido numa não tenho sorte, mas eu ainda acredito que um dia o euromilhões chega...;o)]

Mente Quase Perigosa disse...

Eu, assim só à cautela, ainda atirava um punhado de sal por cima do ombro esquerdo... Só à cautela...

Mas eu sou supersticiosa...

Já vi que sou a única aqui... Mas enfim... Tenho que ser honesta...

gaija do norte disse...

ana t, com a tromba para cima nós sabemos... o que nos falta é saber para onde deve estar voltada.

tereza disse...

Mente, és a única que se confessa, mais nada...

Gabs disse...

Eu dos espelhos já nem ligo. Não gosto de ser a 13 pessoa a por o comentário...aqui, nas caixitas.

tereza disse...

o buda está para a parede o elefante não sei para que lado tem a tromba...

tereza disse...

Cyber mesmo com espelho não seria a primeira vez...

calamity jane disse...

É agora a única!!! Eu cá assumo-me completamente (e não me pinto de loira)

Anônimo disse...

Este é malandrice tereza que eu lembro-me de um muito parecido ou igualzinho o ano passado. Sim, sou de lembranças quando por acaso fiquei preocupado com alguma coisa.

Também me deu uma dor de dente, mas depois lembrei-me: são as movimentações hidráulicas e outras da Primavera, coisas de árvore versão sapiens ambulatorii. E são umas semanitas a esticar o madeirame, as fibras a crescerem.

Ai mas o tempo está tão lindo que não há nada a fazer.

Quanto à tromba do elefante não sei, se clhar é para oriente não?, lá no oriente eles são gamados no sol nascente, nós cá como é ocidente é mais no sol poente.

sem-se-ver disse...

eu acredito nos signos do zodiaco?

:|

além de nao teres juizo deu-te pra parvoeira total?

tereza disse...

Ai Z que se há um igual não me lembro, mas vou já pesquisar.

Sabes que isto é engraçado. Eu escrevo dezenas de posts na cabeça, quase tudo dá um post, e depois já nem sei se os publiquei ou não. Mas este vou investigar.

E posso ter feito um sobre superstições mas espelhos partidos de certeza que não. O último que me lembro de se ter partido foi o do meu quarto na casa da minha mãe. Hoje foi o do meu necessaire e foi a Xica que o partiu

tereza disse...

E deu mesmo. Achei que me tinhas perguntado o meu signo. Garanto que não encaixava bem, mas tenho quase a certeza que perguntaste.

Anônimo disse...

eu é que acredito nos signos do zodíaco sim, imaginem que tive de ouvir dizer que um cientista não pode! Como se não se pudesse exercer o método científico deixando os signos de lado.

Além disso o zodíaco pode ser estudado como linguagem sem mais, é uma linguagem onde as proposições resultam da combinatória dos elementos, pode-se falar científicamente disso.

Mas cientista que liga à astrologia merece (ia?) a fogueira.

Agora que a ciência tradicional não previu esta crise porque a ciência positivista guia o carro a olhar pelo retrovisor bem podem ir levar na anilha.

Anônimo disse...

sim, eu lembro-me do post porque tinha ficado preocupado, vês como é isto dos amores platónicos? deixa uma cicatrizinha nos neurónios

calamity, ssv, se calhar estão tristes de eu não vos dar um beijo, um beijo a todas e nada de ciúmes, tenho andado cansadinho e ainda por cima casto, mas essa já não dura muito espero

Anônimo disse...

tenho ali um bife do lombo para ir fazer, até já

sem-se-ver disse...

sei la, se calhar perguntei, mas isso nunca equivaleria a acreditar nos signos, mulher.

enfim, esquece, fofura minha.

tereza disse...

Z, eu não disse nada disso. Eu disse até o contrário, que somos feitos de muitas camadas e o pensarmos que somos uma só é demasiado redutor. Eu não faço ideia do que sejam os signos mas tremo com um espelho partido. Só isso.

tereza disse...

Tenho mesmo de ir ver qual é o post.
(gosto disso de amor platónico)

calamity jane disse...

Z, beijo pra ti sem ciúmes. E que a castidade passe rápido (doençazinha perniciosa, essa)!

(A TerezA diz q gosta do amor platónico, deve ser porque não foi acometida...)