Três mentiras

Catarina nunca foi uma opção. No meio da salutar discórdia entre os progenitores, optaram pelo nome mais bonito que me podiam dar. Ainda bem!
José Saramago não é, de facto, a minha primeira (nem segunda, nem terceira…) opção de leitura.
No dia do meu casamento esteve sol e calor, mas às tantas desatou a chover. Vi aí uma esperança, mas foi só para chatear…
Já agora…
Fui muito loirinha, sim senhor. A fotografia do Berço, Tubarão, foi uma inspiração! O Poli era um Cão de Água Português. O Paula, Chefa, continua no mesmo sítio, marcado na mesma página, pelas razões que partilhamos. O Alberto era irmão da Anabela, minha colega de turma. Dei o nome dele a um gatinho, filho da Berta, muitos anos depois. A primeira e a última são verdades incontestáveis!

25 comentários:

teresa disse...

Só errei a do casamento mas a culpa foi do S. Pedro...

sem-se-ver disse...

ok, acertei 2. bem bom!

errei o da catarina, porque optei pela do alberto - não foi por mais nada senão: catarina já era moda na altura em que nasceste*; e alberto é um nome muito raro, pelo que supus que fosse ele a armadilha (o nome, não a situação, claro!!!)

(tb gosto mt do teu nome)

*e daí talvez não, tornou-se moda mais tarde...

gaija do norte disse...

a culpa é sempre do morto!

shark disse...

:)

sem-se-ver disse...

nah, a do casamento achei logo que era verdade!!

gaija do norte disse...

e catarina teria sido uma boa opção, ssv, atendendo aos nomes que estavam em discussão (bálhamedeus!)

sem-se-ver disse...

ahahah contaaaaaaaaaaa


(catarina tb é bonito só que é muito comprido e um pouco matraqueante. o teu é doce. foneticamente falando, é disso que falo. gosto de palavras que terminem com a letra do teu nome)

(enrolam-se na língua)


(sou tão parva, daqui a pouco toda a gente descobre o teu nome.)

(já me calei sobre o assunto)

epaminondas disse...

Eu também acho o nome dela muito bonito.
Ermengarda sempre foi de uma sonoridade espantosa e tem a vantagem de não ser um nome vulgar.

calamity jane disse...

Acertei em duas, tou comá ssv, troquei o Alberto pela Catarina. E essa da letra q se enrola na língua, fiquei cá cuma curiosidade!!!
(bai da uei, qual gaijo? o quase-perfeito dos não sei quantos kms de distância?)

gaija do norte disse...

nem todos, ssv. há nomes que terminam na mesma letra e são menos bonitos e alguns chegam a ser horríveis! mas o meu é lindo :)

gaija do norte disse...

ó epaminondas, estás a chamar vulgar ao meu nome?

gaija do norte disse...

cj, o gaijo é o cromo do google. passo a vida a dar-lhe assistência remota!

epaminondas é apelido disse...

De todo! Vulgar é o meu...

o cromo do google disse...

O que lhe vale, ao gaijo, é ainda estar dentro da garantia...

remota mas eficaz disse...

Isso e o contrato de manutenção...

gaija do norte disse...

por quem sois, epaminondas...

sem-se-ver disse...

(pronto, lá começam eles)

gaija do norte disse...

ainda gostava de saber onde se compram esses contratos e garantias...

gaija do norte disse...

(estou inocente, ssv. ele é que começou!)

só nas melhores casas da especialidade disse...

Eu dizia-te, sabes? Mas lá tá: o segredo é a alma do negócio...

teresa disse...

(e és de manutenção complicada?)

gaija do norte disse...

ai ele é isso? e vais continuar a precisar de assistência remota ou nem por isso?
(tás certinho...)

shark disse...

Sou de uma manutenção do mais simplezinho que há, chefa.

google guy disse...

Não dispenso a assistência remota, daí ter optado pelo contrato de manutenção. Para não ter que estar sempre a abrir folha de obra...
:)

gaija do norte disse...

(eu é que te faço a folha, guyzinho!)