Saudades

O ano passado, por esta altura, as andorinhas já tinham chegado e eu já tinha partido um braço. Este ano ainda só parti o vidro do carro e andorinhas nem vê-las.
Já nada é como costumava ser.

4 comentários:

Perdigueiro disse...

Hummmm. Uma cabra de braço ao peito? Acho que descobri a minha cabra preferida :)

ernesta disse...

perdigueiro,

olhe que inda há pouco me disseram que dois e dois podem ser cinco.

samuel disse...

Para mim as andorinhas estão escondidas a ver se já estarão reunidas as condições de segurança...

ernesta disse...

Samuel,

No dia que as andorinhas acautelarem o golpe de asa lá se vai a primavera.