A jóia da coroa

Quando me dizem que o tamanho do pingente é uma grande questão da humanidade, a minha alma pasma! Por acaso não me lembro de um gaijo que não tenha colocado a questão (lembro, lembro, mas isso agora não interessa nada…), e de alguma forma ter abordado o tema da satisfação feminina face àquilo que mede, segundo eles, entre trinta e cinco e quarenta centímetros. Como referi há mais de um ano, o tamanho da papelada não é de suma importância, e qualquer gaija que diga o contrário mente ou come com os olhos. De facto, o mais elementar conhecimento da nossa anatomia deveria bastar para vos sossegar. Há algum estudo científico que vos diga que temos espaço para albergar o colosso de Rothes? Não há! E as terminações nervosas, sabem onde estão? Não, não ficam no estômago e se era aí que pretendiam chegar, garanto que não vale a pena. Mesmo que no meio da trongalhonguice se opte por outras brincadeiras (chamemos-lhes assim…) atingir o diafragma não deve ser, de todo, um objectivo! Acho que já me fiz entender…
A verdade, é que qualquer penduricalho com dez centímetros bastaria. Vamos até aos doze, pensando nas gaijas que medem dois metros e trinta, pronto! Tudo o que for além está a mais e a cirurgia devia ser considerada.
Pois é, Tubarão, no empenho e na dedicação é que se distingue uma boa de uma má sesta (não posso estar sempre a escrever trongalhonguice!), e como diz a Peixa “o fantasma do tamanho vive no sotão das vossas cabecinhas”. É o vosso ego quem nos suplica que façamos constantes apreciações favoráveis sobre o dito. Por nós, nunca nos lembraríamos de proferir tal consideração.
As meninas dos filmes das abelhas gemem por um de dois motivos: ou pensam no fantástico duchese cujo chantilly está a derreter e o gajo não se despacha… ou o gajo tem os tais centímetros a mais! Pensem nisso…

46 comentários:

Mente Quase Perigosa disse...

Eu gosto tanto de ver preconceitos a serem desmistificados...

(Ganda Post, Gaija)

(India? China? Tu tem juizo, 'pariga'!)

Mente Quase Perigosa disse...

(Dúvida existencial: as meninas dos filmes das abelhas têm ducheses com chantilly à espera?????)

gaija do norte disse...

não custa nada, né peixa? até custa vê-los sempre de roda do mesmo...


claro que têm ducheses! porque julgas tu que de vez em quando sorriem?

shark disse...

Assim até dá gosto!

gaija do norte disse...

o que dá gosto, peixão?

Mente Quase Perigosa disse...

Tá certo, Gaija. Mas pensei que fosse outro bolo. Esse parece-me um pouco 'mais do mesmo'.

shark disse...

Ó Peixa Maria!

shark disse...

Dá gosto ler um post, Gaija.

Mente Quase Perigosa disse...

Que foi, Bruce????

Ela é que começou!!!!!!

;o)

shark disse...

O empenho e a dedicação são aquelas cenas que fazem suar como se tivéssemos disputado a maratona, não é?

gaija do norte disse...

estás a chamar "mais do mesmo" a quê, concretamente?

gaija do norte disse...

seis ou sete, de preferência!
;)

Mente Quase Perigosa disse...

Queres que use os lápis de cor do Peixinho ou um simples desenho a lápis de carvão serve, Gaija?

(Tás a ver, Bruce? Ela está-me a provocar...)

shark disse...

(Essa dos seis ou sete de preferência, assim a seco, pode dar azo a interpretações abusivas, Gaija linda...)

shark disse...

Vai-te a ela, Peixa, que tem a mania que é atrevida!

gaija do norte disse...

a carvão serve perfeitamente (detesto pormenores...)!

não comecei nada, foste tu. todos sabem que sou uma gaija simples e rural com montes de falta de percebas!

gaija do norte disse...

a seco? bálhamedeus...
sai uma sangria para o peixão!

(já fica bem regada ou preferes duas?)

Mente Quase Perigosa disse...

Cheia de ruralidades ando eu, Gaija. Toda eu sou jardins, campos e bricolage. (bem como cortes nas mãos, mordidelas de insectos, etc, etc, etc...)

E como se não bastasse, agora que toda a gente bazou e eu pensei que ía ter as praias de volta, está um tempo de cócó!

(e foste tu que escolheste o bolo, não fui eu!)

:p

gaija do norte disse...

cocó não é um termo feliz quando se discutem bolos!...

Mente Quase Perigosa disse...

Eu estava a tentar sair do assunto duchese, mas tu não me deixas, pá!!!

Mente Quase Perigosa disse...

(Não tarda estamos a discutir o tamanho do duchese, não?)

gaija do norte disse...

duchese é mau???

(o desenho já está feito?)

Mente Quase Perigosa disse...

Tu só podes estar a gozar comigo, não?

Tu não me digas que ainda precisas do desenho?

E a Dory sou eu...

gaija do norte disse...

eu??? logo eu que nunca percebo nada! nem o telejornal vejo...

shark disse...

Sabes bem que prefiro duas. A primeira é só para arrefecer (o entusiasmo).

patisserie de la mode disse...

Atão mas não vejo nada de concreto quanto à questão da pastelaria...
É só farronca, depois de espremido o assunto nem o creme de uma bola de berlim se aproveita.

Mente Quase Perigosa disse...

(Okay, Gaija, agora vou ter que te citar...)

Ka noijo!!!

gaija do norte disse...

peixa, nunca uso "k"...

gaija do norte disse...

patisserie, há quem não goste de créme! retiro-o sempre antes de deitar os dentinhos à propriamente dita...

tereza disse...

Bom dia!
Pois olhem, há muitos anos a Maria João soltou a frase que nunca mais esqueci:
- "Mais vale pequena e grossa que entra e coça".

E é tudo o que se me cumpre dizer sobre o assunto.

Mente Quase Perigosa disse...

Mea culpa, Gaija!

Canoijo!!!!!

Mente Quase Perigosa disse...

(Olha a Chefa!)

gaija do norte disse...

chefa, não foi das tuas melhores citações... faz favor de voltar aos grandes clássicos!

(e já agora empresta alguns à maria joão)

gaija do norte disse...

ó peixa, achas que o pasteleiro se estava a referir àquele assunto ao qual dediquei duas postas? ainda hoje me custa perceber como fui capaz...

Mente Quase Perigosa disse...

Ai filha, não sei. É que eu ainda sou mais simples e rural que tu. Assim que a coisa debandou dediquei-me mesmo à culinária!

Anônimo disse...

desculpem lá estar a meter-me, mas 40 cms (linha 4)!! ufa!!! que exagero! vendo bem, é quase meio metro
anonima

tereza disse...

Por "grandes clássicos" entendes o livro sobre o Da Vinci que mede quase 60 cm de comprimento ou o Guerra e Paz que tem mais de mil páginas?

Carrie disse...

Ahhhhhhhhh que saudades!!
Isto sim, é uma conversa digna de interromper o tsunami do primeiro dia de trabalho "pós ferias" para ler e saborear..

Saborear, talvez seja demasiado descritivo atendendo ao tema dos "bolos"...

Eu tenho a dizer, por experiencia propria, que mais de 20cm dá para exposição no circo!

Pondo a coisa numa optica geometrica, penso eu de que, a questão está no diametro e não no comprimento...
Mas isto, digo eu! Sem querer ofender ninguém...e digo mais ainda (que depois faço companhia à Gaija do norte e fujo planeta a fora)...não concordo com o comentário visual...sim há gaijas que comem com os olhos....é que olha para um ..."duchese" pequenino, fininho e com ar de quem é de ontem....não faz o gosto ao dente...
Uma pessoa que olha para a montra do lado de fora, fica com agua na
boca e depois chega-se ao vidro e gosta de velos, grandes, vicosos e cheios de bom ar!

E agora, retiro-me antes de ser ciber-apedrejada

tereza disse...

Comem com os olhos, Carrie, é o que é...

Visconde de Vila do Conde disse...

Jovem Senhora do Norte, este seu post, mai-lo da Mente, alertaram-me para uma realidade evidente: é absolutamente necessário que eu partilhe aqui o meu ponto de vsita sobre a matéria.

gaija do norte disse...

cara anónima, por acaso já te aconteceu ver um gajo a demonstrar o tamanho do seu documento com as mãos? é só medir a distância entre elas...

gaija do norte disse...

qualquer um é uma referência, chefa, mas começa pelo guerra e paz. não tem figurinhas...

gaija do norte disse...

digo que há gaijas que comem com os olhos, carrie, e ainda bem (mais fica!!!), só não percebo que apetite é que os olhos saciam... que me adianta ver um vestido lindo na montra se não me veste bem?

gaija do norte disse...

aguardamos a sua partilha, visconde.

Anônimo disse...

gaija do norte (21:35), obrigada, agora percebi, precisava do desenho... mas por acaso nunca vi. mas acredito...
anonima

Carrie disse...

Ora, em minha defesa apenas tenho a dizer, que o olhar sacia muita coisa...ou por outra....antes de dar inicio à maratona, olhar para um atleta, magrinho, com ar fraquinho...arrefece a competição e digam o que disserem...a mim já me aonteceu...graças a Deus foi uma vez para nunca mais repetir e sem exemplo.
Agora tenho um detector de membros "fraquinhos" e não me tenho enganado...já percebi que a parte tem semelhanças com o todo...e assim se um tipo não preenche os minimos olimpicos: mais de 80kg e 1,80 (se tiver um 1,75 ninguem se chateia)...a parte raramente o faz.

E essa historia de quem tem membros "fraquinhos" compensam em acrobacias...é uma fabula....ouve-se falar...mas nunca ninguem viu...

E ao abrigo do anonimato, afirmo que, nunca participei em nenhum debate com as minhas amigas mais sinceras, em que uma tenha dito: "tinha uma pila pequena...mas era trabalhadora." Com um ar satisfeito e credivel!

Mas volto a reiterar a minha opinião...os minimos olimpicos não se medem em comprimento mas em diametro!