A ROSE IS A ROSE IS A ROSE IS A ROSE*

A premissa é simples. Uma gaija é amiga de um gaijo. Só somos amigos de quem gostamos, certo? Nós preocupamo-nos com os nossos amigos, certos?

 
Mas adiante, a amiga acha piada ao amigo. Quer ir para a cama com ele. O amigo também quer ir para a cama com ela. Lembrem-se da premissa mais simples e a base de tudo: eles são amigos. Como tal é livre de dizer que gosta dele e que se preocupa. O que o amigo acha normal. Ela diz-lhe com as letras todas que o que pretende é ir para a cama com ele. Aliás, ela tem até alguns problemas de consciência porque é só isso que ela quer e não quer que ele ache que ela o está o usar. Ela entra em pânico quando ele se engana numa sms e em vez de escrever "quando conviveres comigo", escreve "quando viveres comigo". Pânico tal que telefona para uma amiga a gaguejar porque não foi para aquilo que se 'inscreveu'. E os remorsos de que ela e as suas intenções possam estar a ser mal-entendidas avolumam-se dia após dia.

Os amigos dormem juntos. E ocorre o fenómeno que existe desde que o mundo é mundo. Tudo o que existiu para trás é apagado. Tudo o que é A.F. (Antes da Foda) é esquecido. No momento em que ocorre a penetração, o macho faz delete de tudo o que sabe da fêmea. A partir daquele momento, entramos na era D.F. (Depois da Foda) e a mais velha guerra do universo é deflagrada: a guerra dos sexos. Aquela fêmea já não é a amiga com quem se falava destas coisas. É uma mulher que o quer prender numa relação. É uma criatura patética que quer um relacionamento. E para isso é capaz de tudo. Até mesmo dizer que gosta dele e que se preocupa. Já não é a amiga que gosta dele e se preocupa. É a fêmea! E faz isso com o único intuito de o controlar.

Meus queridos, nem vale a pena virem-me dizer que nem todos os homens são iguais que isso é bullshit. Um gaijo até pode conhecer John Locke de trás para a frente, mas no momento em que enfia a pila numa gaija, ele faz tábua rasa de tudo o que aconteceu antes e ela passa a ser vista como a 'mulherzinha'. E a mulherzinha quando diz que gosta dele, está à espera de que ele diga que a ama. A mulherzinha se se preocupa é porque o quer controlar e obrigá-lo a justificar cada um dos seus passos. A mulherzinha é também incapaz de humor e de brincar, tudo é feito com segundas intenções.

Tudo o que a amiga fazia e era considerado normal, agora é feito pela mulherzinha que o amigo imaginou na sua cabeça (não perguntem qual delas que eu ainda estou na dúvida) e é mau. Muito mau. Medooo...

Sabem uma coisa, gaijos por esse mundo afora, às vezes, o óbvio é a resposta certa. Às vezes, se uma gaija diz que não quer explicações e que quer só saber se estão bem, é só mesmo isso. Não há nada nas entrelinhas. É só isso mesmo: saber se estão bem. Algumas mulheres quando dizem que gostam de vocês é porque sentem carinho por vocês, não porque querem casar e ter um rancho de filhos. E quando uma gaija vos diz que quer sexo, meus amigos, é isso que ela quer. Mind blowing fucking sex. Se conseguirem ser amigos, melhor. Torna a coisa mais agradável. Mas aqui entre nós, deixem-me que vos conte um segredinho. Não é condição essencial. Nós vimo-nos à mesma.

Moral da história: A amiga fica sem fuck buddy e sem amigo e altamente refodida porque andou não sei quanto tempo a falar sozinha. O amigo é parvo e, muito provavelmente, vai encontrar pela frente uma gaja que o enrola com jogos, meias palavras e que nunca lhe diz exactamente o que quer e quando ele der por ela vai-lhe fazer uma cena de berraria no meio de um restaurante. E sabem o que é mais engraçado? Nesse momento, ele vai dizer que todas as mulheres são iguais!

*Gertrude Stein

26 comentários:

Su M. disse...

so fucking right!!!

São Tubarão disse...

Como é que é isso de depois de meter a pila não sei onde?
Eu nessas coisas sou como São Tomé...

Teresa disse...

e ó são tomé, já não consegues meter e ver ao mesmo tempo?

Santa Miopia disse...

Com essa é que já me fodesteis...

Mente Quase Perigosa disse...

São Tubarão, vou ter que te explicar como se faz?

Isso levaria a expressão 'a Peixa explica' a uma nova dimensão!

Mente Quase Perigosa disse...

AHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAAH
Ai santinha que já me fizeste gargalhar!

Mente Quase Perigosa disse...

Welcome, Su M.

Teresa disse...

(como sabes qual é a dimensão do Tubarão??? E ia ser assim tão nova?? Caraças, ou a dimensão do Tubarão é mesmo uma outra dimensão ou os teus amigos para além de serem coninhas têm todos as pilas pequenas...)

amigo do peito disse...

Comigo nunca precisas de te preocupar com nadinha.
Nem com as explicações.
Bem ou mal hei-de dar com um manual de instruções ou assim...

Mente Quase Perigosa disse...

Óh Chefa queres que eu comece a responder porque parte?

Teresa disse...

Tu começa pelas partes que tiveres mais à mão...

Mente Quase Perigosa disse...

Amigo do peito, que sabes bem o que fazer, sei eu. Ou, desconfio...

Mente Quase Perigosa disse...

Chefa, assim à mão, à mão, não tenho nada.

eu seja invisual se não dou com o caminho disse...

Sim, nem que seja no meio da escuridão, às apalpadelas e assim...

Teresa disse...

(a malta não devia estar a falar de política?)

Mente Quase Perigosa disse...

Meu rico menino, assim é que se fala! É por causa de gaijos como tu que o mundo pula e avança!

Mente Quase Perigosa disse...

(Teresa, politica? Num post meu? Toma lá um comprimidinho e um sumo de laranja que isso passa-te!)

Teresa disse...

Com vodka?

Mente Quase Perigosa disse...

É com o que quiseres, minha querida. Excepto Gordon's e Bombay. Isso já acabou.

Anônimo disse...

"Brilhante"!!!!!

HK

:)

(e eu sei a quem se acenderam as luzinhas agora!!)

calamity jane disse...

:-)

calamity jane disse...

e por acaso até conheço um q não é assim...

Mente Quase Perigosa disse...

CJ, o verbo é tudo. Ele não 'é' assim. Daqui a uns tempos falamos, tá?

calamity jane disse...

Nope. Wrong answer. Poderá até ser a excepção q confirma a regra. E olha que eu nunca fui de acreditar muito na possibilidade das amizades coloridas (na prática)

Mente Quase Perigosa disse...

CJ, todos têm o beneficio da dúvida até ao lavar dos cestos. Se for excepção, fico feliz. Mas depois, me dirás.

amigo São Tubarão disse...

Eu estou aqui para converter as descrentes!