OS AMIGOS DOS AMIGOS E OS AMIGOS DAS AMIGAS

A história conta-se em duas penadas: A miúda anda com um fulaninho. Acordam a exclusividade e combinam que antes de qualquer traição é preferível acabarem tudo. Com 1 mês e pouco de namoro, ele acaba porque quer dar uma ciscadela numa amiga dela. A amiga da miúda alinha na coisa e temos os ingredientes da desgraça. Mais tarde, a amiga teve um rebate de consciência e acabou a coisa em honra da 'grande amizade' que as une. 

Eu até me ria se e diria umas asneirolas se isto não se tivesse passado com uma gaijinha de 13 anos. Tudo isto é banal e corriqueiro e com que lidamos com relativa facilidade se temos maturidade e a couraça e calo que a vida e o viver nos dão. Quando temos 13 anos, isto é, basicamente, o fim da nossa vida e de todos os sonhos. E, o que é mais grave, uma machadada quase mortal na nossa auto-estima. E foi disso que a Tia Peixa teve que tratar hoje, antes de jantar, antes que ela se dedique a comer meia folha de alface por semana. E quando questionada sobre o que fazer acerca dos sentimentos eternos (eheh) que nutre pelo gaijo, a Tia Peixa (refodida com os intervenientes desta história) teve que lhe explicar que mais importante que pensar no gaijo, ela tinha que escolher os amigos e começar a estabelecer os princípios pelos quais se quer reger na sua vida. E que só ela e mais ninguém poderia escolher os seus. Poderia adoptar os meus, adaptá-los, ignorá-los e até escolher uns e depois achar que não eram válidos. Nesta idade, é normal. Tudo parece eterno e decisivo e todos nós sabemos que não é. Até os princípios. 

É que (e ela sabe-o bem que eu sou honesta com ela apesar de novinha) eu posso ser uma pessoa sem muitos escrúpulos, que sou. Bolas, eu sou aquela pessoa que acha que no fundo todos somos prostitutos. Podemos é ter um preço muito elevado, mas, pelo preço certo, todos lá vamos. Mas neste campo, há 2 princípios inquebráveis: 

Primeiro - O gaijo que a minha amiga gosta/come/ama/deseja/está interessada/namora é intocável. Não mexo! Poderia ser gaijo para me levar a executar todas as manobras do Kama Sutra e ainda inventar umas novas, mas não toco. E nunca quebrei. 

Segundo - Os amigos do gaijo que eu gosto/como/amo/desejo/namoro são off-limits. 

(Ex-amores de amigas é uma área cinzenta em que se navega em terreno pantanoso e cheio de lodo. Nunca aconteceu, por isso, estou um bocado na dúvida. Mas acho complicado. 'Pró que é' talvez não valha a pena os trabalhos...)

Isto, parecendo que não, é uma merda. É que, parecendo que não, risca uma data de gente da lista! E, assim sendo, talvez algumas pessoas se interroguem porque o mantenho.

É simples. Há um principio basilar que me rege e que eu me esforço todos os dias para não quebrar e no qual, infelizmente, nem sempre sou bem sucedida. Mas todos os dias me recordo dele e todos os dias me esforço para não fazer aos outros o que não gostaria que me fizessem a mim.

12 comentários:

shark disse...

Eu se fosse a ti evitava ter amigas...

cabra cega disse...

é fodido...

Mente Quase Perigosa disse...

Bruce, eu já não consigo ter amigos, queres que corra com elas também????

Daqui a bocado estou a viver numa ermida!!!

Mente Quase Perigosa disse...

Cegueta, aos 13 é fodido.

Teresa disse...

E o fodido passa com a idade, passa passa...

Mente Quase Perigosa disse...

Teresa, não passa com a idade. Mas a forma como se encara o fodido, difere com a idade.

Teresa disse...

O fodido, exactamente porque é fodido, nunca se encara.

Mente Quase Perigosa disse...

Não? Não lidamos com as situações quando nos surgem?

Rita Camões disse...

sai uma bia sacra pa baranda real..

(espetaculo o teu correspondente Teresa best pic do casório so far... )

(abocanhar o membro real é muito à frente, a lety em espanha não passou do beijito na face)

Teresa disse...

Rita, já viste como um príncipe é um príncipe? Sempre com um ar impecável.

(o nosso correspondente é do melhor que por lá esteve)

ritmargaride disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Teresa disse...

Voltou nada, anda atrás do Harry e da Pippa que esses é que a devem saber toda...