Parole parole

Existem palavras que, de tão feias, jamais poderiam ser aplicadas a “coisas de gaija”. De facto, não são feias, são escabrosas! Algum dia lembrou a alguém aplicar vocábulos como urinol, mictório ou coquilha (nem acredito que escrevi isto!!!) a nós? Nunca poderíamos ser associadas a tal léxico! Uma gaija usa lingerie finíssima, trata o cabelo e a pele, usa bons cremes, distingue perfumes de Verão dos de Inverno, gosta de seda e de caxemira, de uma cama feita de lavado com lençóis de linho bordados á mão! É verdade que também usa botas de montanha, mas não parte para uma caminhada como se tivesse acabado de acordar no meio de um ninho de cucos…

Existem uns seres do sexo feminino, umas gajas, enfim, que de tão azedas só as imaginamos com cuecas imensas e t-shirts de poliéster. Não digo que essas não almejem usar (certamente não lhes ficava mal) as tais coisas mencionadas acima, mas lá está, não são gaijas!

Pénis. Pénis também não é uma palavra bonita! Talvez por isso tenhamos optado por chamar pirilau à coisa…

7 comentários:

Pink disse...

Ahahah, conheço alguns seres assim e ainda se dizem gaijas!

piroca em repouso disse...

O que interessa é que chamem-lhe o que chamarem não deixem de gostarem...

gaija do norte disse...

não faltam, pink! o pior é que dão cabo da estatística...

gaija do norte disse...

(tás cansada, pipoca?)

pois, é como as bruxas que andem, andem...

piroca muy macha disse...

(nunca me canso. e só repouso quando tem mesmo que ser...)

gaija do norte disse...

(macha, pipoca???)

piroca disse...

(sim, por causa da concordância. macho não soava bem...)