Banalidades

Veio assim como se foi, num repente sem aviso. Sábado de manhã tinha desaparecido, hoje de manhã regressou sorridente. Se disse bom dia não sei, o espanto quando a vi distraiu-me de tudo o resto.

Nos primeiros dias procurei-a por todo o lado, fiz o que podia e não podia, perguntei a quem talvez dela soubesse, virei do avesso todos os cantinhos que havia para virar. Nada. Nem rastos.

Desisti.

Foram dias difíceis, muito difíceis, mas o destino, a sorte, o fado ou lá o que é que nos comanda a vida trouxe-ma de volta de lá longe por onde andava perdida e hoje, assim, sem quê nem porquê, voltei a ver a palavra milagrosa ali em baixo – Ligado!

I’m back!

Sim, já percebi que só estou eu por aqui. Faltou a internet a toda a gente ou foi solidariedade comigo?

8 comentários:

João Cara de José disse...

Foi solidariedade ou então ainda nunca aqui tinha vindo.

gaija do norte disse...

ora, ora, sabes que sem ti não sou ninguém...

tereza disse...

Cara de José que é também João, regresse sempre que queira. Ou possa. É que isto de internet é bicho escorregadio, mas há-de haver por aqui alguém a servir os aperitivos.

tereza disse...

Gaija isso foi tão fado que parece Amália.
(era hoje, não era? ou foi ontem? A net faz-me tanta faltinha... tu também fazes mas a net...)

elle disse...

ora então... welcome back!!



(bom dia) :)

gaija do norte disse...

(já não posso engraxar a chefa...)

tereza disse...

Bom dia elle :))

(camaras de vigilância na baixa? tens razão - não interessa a ninguém)

tereza disse...

Gaija tu engraxa-me à vontade que pelo menos ao ego faz bem.