10 COISAS QUE ODEIO EM TI (TOMO I)

Isto requer medidas drásticas e extremas. Demorou e, finalmente, percebi. Isto necessita de polémica e como tal, exige-se que a xavalada rebelde tome as rédeas da situação. Eu até estava decidida a abdicar de títulos de filmes e tudo, mas depois lembrei-me deste que é tão jeitosinho e adequado que nem tive de abdicar de coisa alguma.

Aqui há uns tempos, os meus ilustres colegas e Machos Alfa deste blog propuseram-se a enumerar o que achavam, na sua mui humilde opinião, ser os atributos essenciais das fêmeas que os cativa(va)m. Como qualquer macho que se preze, também eles desistiram ao final de dois ou 3 itens, não chegando (penso eu) sequer a passar do prólogo.

Estava eu, ontem, a começar a esboçar o post da prima (aquele que há-de ser publicado um dia, Chefa) quando me lembrei do meu antigo apartamento na linha de Cascais. E ao lembrar-me desse apartamento, lembrei-me do N. O N foi um amizade colorida que eu tive depois de um grave e desesperado desgosto amoroso. E quem os não teve, dirão vocês, mas quando nos toca a nós é sempre mais grave e desesperado. Mas estou a divagar. Voltemos ao apartamento da linha e ao N… O N era um fulano divertidissimo de quem eu gostava imenso. O sentimento era mesmo esse: gostar. Nunca me apaixonei por ele. Nunca fantasiei romanticamente com ele, nem tive ilusões de uma futura, presente ou passada relação. Era o que era! Gostava de estar com ele e estava quando nos apetecia ou quando podíamos. Mas foi com o N também que eu aprendi que há uma coisa que eu não gosto nos homens e é este o mote para a próxima série de posts: 10 coisas que não gosto nos homens. Sim, meus caros, podem haver milhares de maneiras de nos encantarmos por vocês mas basta vocês prevaricarem naqueles pontos que consideramos essenciais e já foram. Ardeu. Finito. Kaput. Por isso, em vez de vos dizer do que gostamos, que isso é algo que como dizia a outra is for me to know and you to find out, vou antes dizer-vos do que não gosto. E se ele há coisas que não é possível corrigir (como questões fisicas), ele há coisas que vocês podem tentar mudar. E claro, que o que é expresso no texto do post, releva apenas para os meus gostos pessoais e não deve ser levado em linha de conta para outras mulheres. Obviamente também, a caixa de comentários está aberta a toda a mulher que queira concordar, discordar, assim-assim, e a todo o homem que me queira mandar à fava e dizer mimos do género “por seres tão esquisitinha é que estás como estás”.

Ora feitos os disclamers que se impunham e dadas as explicações necessárias, vamos lá voltar ao N.

O N era muita giro, que era. Vestia bem, que vestia. Digamos que o N era o género de homem que atrai qualquer mulher. Quanto a isso, não há como discordar. E o N era baixo. Mas o problema não era esse. Não tenho nada contra homens baixos. Como diria a minha prima Joana, sou até muito a favor. O problema do N não era o ser baixo. O problema do N era ser magro. Era ser baixo E magro. E eu não conseguia deixar de pensar em toda a vez que estávamos juntos que… Me tinha caído um cruxifico em cima!

Ser baixo, meus amigos, não é problema. Mas comam qualquer coisinha, sim?

7 comentários:

Bi disse...

ahahahah "um crucifixo"
lindo

Visconde de Vila do Conde disse...

Ok, passo no critério. Com distinção...

Mente Quase Perigosa disse...

Não me diga que vacilou? Visconde... Visconde...

Mente Quase Perigosa disse...

Bi, pela minha saúdinha!!!

Nave disse...

Essa do crucifixo tem piada, tem.
É dar-lhe muita papinha Cerelac, se se achar que o tipo vale a pena. Por-lhe uns saltos altos é que já não acho boa ideia....

Mente Quase Perigosa disse...

Saltos altos, nem pensar, Nave.

Além de que é desnecessário. Tal como disse, é o busilis é o porte e não o comprimento.

(não sei se isto soa muito bem)

Quanto à papa cerelac, ele que a coma que eu só alimento um gaijo e nem sequer é a papas que ele nunca foi grande fã. Ele é mais caldeiradas de bacalhau e arroz à valenciana bem picante!

Carrie disse...

ora bem, a proposito, tenho a dizer que tenho um minimo olimpico para estes casos e just for the record...minha amiga peixa CONCORDO TANTO CONTIGO!
ora para mim homem que é homem ão pode pesar menos que eu ou vestir o mesmo numero que eu... um horrorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr pavor profundo!