Momento National Geographic

As chocas sempre me fascinaram. Não por elas, que afinal não passam de chocas, mas por aquele secreto poder que detêm e que eu nunca entendi.

As chocas, animais ruminantes e de ar imbecil, deslocam-se em ruidosos grupos abanando os badalos e têm os seus cinco minutos de fama quando largadas na arena envolvem o touro, até aí bravo e renitente, e o transformam num manso cordeiro que as segue obedientemente até aos curros.

Nunca consegui perceber como as chocas fazem isto, mas também nunca consegui perceber se o touro vai atrás das chocas ou dos badalos das chocas. Certo é que o touro as segue o Tordo fez questão de também as cantar e, mal ou bem, saem de cena debaixo de uma salva de palmas que mesmo sendo de alívio sempre são palmas. Os campinos, homens sábios, enxotam-nas com varas longas sem se aproximarem muito, não por medo do toiro que anda já lá no meio mas por saberem que é nelas que não podem confiar. E as chocas, armadas em estrelas de olhar bovino e estúpido lá vão cumprindo a sua sina e tirando o touro das luces para o encaminharem para a morte certa inglória e solitária do matadouro mais próximo.

Digo outra vez, não percebo, nunca percebi, porque é que os touros, animais nobres e bravios, depois de derrubarem cavaleiros, forcados, peões de brega e tudo o mais que lhes apareça à frente metem os cornos entre os ombros e seguem obedientemente as chocas.

Mistérios da natureza, só pode.

16 comentários:

Anônimo disse...

Porquê menosprezar tanto as chocas?
Só porque são fêmeas?
Porquê elogiar tanto o ‘toiro lindo’?
Só porque é macho?
Afinal o comportamento não tem nada
de imprevisível.
Dá-lhes o cheiro a…chocas e tal-qualmente tanto alfa1, ómega, e tudo o mais que titula a ‘macheza’ que por aí arena, lá vão eles,
de língua de fora, babando, até entrar na…nos curros…

Espécie de chocalho

kuka disse...

E não são assim todos os machos?
Até os que se dizem racionais!

Anônimo disse...

Que ironia minha Cara Tereza, mas isso é uma falsa questão. O Touro está só a tentar perceber a diferença entre Chocas e Vacas. È que depois de ser enxovalhado na praça pública, é natural que ande confundido.

Fusão

Carrie disse...

....Chocas!??!?!?!?!?

Sérgio disse...

Eu não tenho dúvidas que a culpa é do badalo, até porque sem este as Chocas nada conseguiriam. O badalo esse sim é a causa da mansidão do touro. É por dar ouvidos ao badalo que o touro se lixa. Desconfiai sempre do badalo principalmente quando abanados em público e por muitas chocas, decerteza que estão a chocar alguma..............

tereza disse...

Espécie de chocalho, não menosprezo as chocas por serem fêmeas, não gosto é delas por serem chocas. Capisce?

tereza disse...

Kuka, não fui eu quem disse... :)))

tereza disse...

Fusão, a questão de o toiro ser enxovalhado ou não na arena são outros Carnavais, mas não me acredito é que até o touro tenha qualquer dificuldade em distinguir entre chocas e vacas. Pelo menos não precisava de fazer aquela figurinha triste para isso.

tereza disse...

Carrie, e há lá nome melhor para as bichas?

tereza disse...

Sérgio, inclino-me muito a dar-te razão. As minhas desconfianças também vão para o badalo.

Carrie disse...

Tereza...só não faço ideia o que são...nunca ouvi falar em tal coisa... isso tem mais nomes??

tereza disse...

Carrie, então aqui vai:

choca (ó)

s. f.1. Jogo infantil.
2. Pau, bola com que se joga a choca.
3. Chocalho grande.
4. Vaca que guia os touros.

podes encontrar uma referência a elas aqui:

Entram guizos chocas e capotes
e mantilhas pretas
entram espadas chifres e derrotes
e alguns poetas
entram bravos cravos e dichotes
porque tudo o mais
são tretas.
(F. Tordo, Tourada)

Por outro lado digamos que privasses tu mais comigo e estarias habituada a ouvir este nome mas, curiosamente, sem qualquer um dos significados acima. Mas como te conseguirei eu definir a choca? Olha, fazemos assim, por aí o que não falta são chocas e se tu prestares atenção tenho a certeza que as reconheces imediatamente assim que lhes puseres os olhinhos em cima...

Sofia B. disse...

ainda dizem que ninguém nasce ensinado... há para aí tantos truques e tanta gente que já nasceu a sabe-los... no entanto eu ainda pasmo quando alguém cai neles... mistérios da natureza, sem dúvida!!

Gabs disse...

Nas touradas, o que eu mais gostava (além das pegas) eram os touros que não queriam sair da arena. Andavam ali a escapar aos campinos e às vacas.
É verdade que eu via aquilo a preto e branco. E uma vez perguntei ao meu pai como é que se encaixavam as farpas no touros, se tinham uns arames a segurá-las. Ele disse que sim, acho eu. Não costumava ver.

Peter Mary disse...

Hum, isto é no sentido figurado ou literal?

Assim de repente fica a duvida...

Peter Mary disse...
Este comentário foi removido pelo autor.